Imagem de um gráfico de linha, com dados quantitativos.

Métodos de Pesquisa Quantitativa

 

Olá!

Bem vind@ ao espaço da disciplina de Projeto Integrador II – PI II.

Seguem abaixo os arquivos utilizados na 1ª parte desta matéria (sobre métodos de pesquisa quantitativa) ofertada no 2º semestre letivo de 2017.

A 2ª parte da disciplina abordará questões relacionadas a métodos qualitativos de pesquisa, e será trabalhada pelo professor Rafael Castro. O material referente às aulas da 2ª não irá constar neste site.

 

1. Plano de Ensino

Plano de ensino da disciplina: https://goo.gl/MrfkW3

 

2. Slides e material trabalhado em sala

Em breve…

 

3. Textos de apoio ao conteúdo da disciplina

Em breve…

 

4. Avaliação de Projeto Integrador II

Clique no link que segue para ter acesso às instruções:  https://goo.gl/CWiddt

A data limite para entregar as respostas do trabalho equivalente à P1  é dia 16 de outubro de 2017.

A entrega das respostas deve ser feita via e-mail. Mande suas respostas para: marcelo.a.mascarenhas@gmail.com

Fontes de dados que podem ser utilizadas para P1

Armazém de dados – Site do Instituto Pereira Passos; equivalente a um órgão como o IBGE, só que focado em dados da cidade do Rio de Janeiro: www.armazemdedados.rio.rj.gov.br

Dados e fatos – Área no site do Ministério do Turismo, focada na divulgação de dados sobre este mercado / atividade. Conheça mais em: www.dadosefatos.turismo.gov.br

Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA) – Este site visa facilitar aos administradores públicos e à sociedade em geral, através da Internet, a obtenção gratuita dos dados agregados de estudos e pesquisas realizados pelo IBGE. Para consultar a fonte original do texto que descreve o SIDRA, e saber mais informações sobre este sistema, clique aqui. E para navegar pelo SIDRA, acesse: https://sidra.ibge.gov.br/home/pnadcm

 

5. Além da sala de aula – Conteúdo extra para inspiração.

Doria usa cinco softwares de ‘big data’ para aumentar seu alcance nas redes: matéria jornalística da BBC mostrando com o político e empresário, João Dória Júnior, está fazendo o uso de tecnologia para trabalhar com Big Data, e ampliar o alcance de sua comunicação nas redes sociais. Esta reportagem mostra como o uso de pesquisadores humanos na rua, com questionários (digitais) em punho, é um recurso cada vez menos útil e comum, se levarmos em consideração o custo-benefício atrelado a esta forma de pesquisa.